Por Ron Perlim

Dê a seu filho ou filha um livro como se dá um bombom, um brinquedo, a camisa do time preferido, o abraço, o afago. Permita a ele ou a ela o mundo das palavras e do conhecimento.


Sangue vermelho

O menino no sangue, o menino no asfalto era um menino antes que um carro bêba…

Claro verbo trágico

Amor é o sexo aberto de uma prostituta cínica, Ou o de uma moralista suando …

Retrato em preto e branco

Não me pergunte desta expressão de Napoleão voltando da Rússia, de herói de fá…

Poema I

Dentre o barro e o asfalto surge a minha poesia, de rústico pedregal e perfu…

A etérea

Existe um rio de calma em ti. Circula sobre ti um céu anilado Um …

Mensagem para uma inscrição

Quando você for ao monte contemplar Este mundo triste dos vivos Voc…

A minha caixinha de música

A minha caixinha de música Não entrou para o ouvido. Hoje mesmo ela toc…