O 5° Evangelho: O evangelho de Jesus

O Blogue do Ron Perlim tem a grata satisfação de entrevistar o escritor E. Lopes sobre o livro O 5º Evangelho. Mas antes, vamos conhecer mais sobre o  nosso  convidado:

E. Lopes

Erasmo Silva Lopes nasceu em 1970 na cidade de Propriá, Estado de Sergipe. Desde muito jovem, adquiriu o habito pela leitura vasculhando a estante da sua casa, onde continha diversos livros, como a Bíblia, dicionário, Enciclopédia Ilustrada, As Plantas Curam, gibis etc. Gosto esse pela leitura que foi fluindo para filosofia e religião. Dessa forma, a leitura da Bíblia foi se tornando em estudo da Bíblia. E ao estudar a Bíblia, os quatro Evangelhos lhe chamaram a atenção. Nesse momento iniciava em sua mente o desejo de organizar aqueles evangelhos. Daí, surgiu a ideia para escrever O 5º Evangelho. Erasmo Sillva Lopes estudou na Faculdade de Filosofia de São Bento, passou pelo CCP (Centro de Cultura de Propriá) e é membro da APLCAD (Academia Propriaense de Letras, Ciências, Artes e Desporto).


Ron Perlim: Como nasceu o livro “O 5º Evangelho”?

E. Lopes: O 5º Evangelho nasceu da observação que fiz dos quatro evangelhos, a saber, o de Marcos, Mateus, Lucas e de João. Percebi que os quatro evangelhos repetiam algumas passagens de Jesus, mas que ao mesmo tempo, cada evangelho tinha algo que os demais não continham. Sendo assim, comecei a analisar que tais evangelhos, quando lidos em sequência, poderiam causar uma certa confusão na mente do leitor, pois não foram escritos na mesma sequência, enquanto ao mesmo tempo com pontos repetitivos. E isso acontece porque se trata de quatro autores, escrevendo, cada um, a partir da sua perspectiva; um autor enfatizou os milagres de Jesus, outro, os ensinamentos... A partir daí, comecei a organizar esses quatro evangelhos, tornando-os num só, ajustando a cronologia e retirando o que se repetia. Porém, quando comentava com outras pessoas sobre a obra que eu estava preparando, algumas delas me perguntavam se haveria alguma novidade, se haveria algo de Jesus que elas já não soubessem. E tais questionamentos foram fundamentais para que o 5º Evangelho fosse, de fato, os quatro evangelhos lapidados, mas que contém mais da vida de Jesus, do que os quatro evangelhos juntos.

Ron Perlim: Do que trata ou fala seu livro?

E. Lopes: O livro trata de um Jesus humano, mas que vai, aos poucos, se tornando divino. De um lado mostra que alguns fatos tidos como milagres não o foram, porém, incrivelmente, mostra um Jesus mais grandioso do que os demais evangelhos. Fatos mesmo do nosso cotidiano dos quais Jesus passou, e da forma como ele os vivenciou, faz com que o leitor muitas vezes se inclua naquela cena, se envolva, se coloque do lado de Jesus em um episódio, se coloque no lugar de Jesus em outro.

Saiba Mais:

O 5º Evangelho é a compilação completa dos ensinamentos de Jesus, em 3 volumes, acompanhados de seu exemplo ímpar, que nos servem como luz e guia para nossa conduta. Nessa obra, descobrimos que Jesus é o Senhor não apenas da Terra, mas de todo o vasto universo. Ele veio para nos apresentar o Pai e nos convidar a fazer parte desse Reino espiritual, em uma fraternidade espiritual como filhos de Deus, salvos pela fé. Agora fica evidente que essa salvação representa uma jornada nova e maravilhosa no Reino espiritual, em que um ser se torna cada vez mais espiritualizado de mundo em mundo, até alcançar a perfeição e se tornar semelhante ao Pai Celestial. Essa perspectiva se estende pela eternidade. Este trabalho utiliza citações da tradução em língua portuguesa de O Livro de Urântia.

Para adquirir o livro, basta clicar na legenda da imagem e você será direcionado para o site da Amazon.

O 5º Evangelho



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A comida preferida dos orixás

Resenha do Livro "Preconceito Linguistico: o que é, como se faz?"

Revista Obvious