O autor fala de Sua Obra: Alberto Amorim

Alberto Amorim

José Alberto Amorim, nascido em Propriá-SE, graduado em História pela Universidade Estadual Vale do Acaraú -UVA, Polo Propriá (2009), Pós-Graduado em História da África e das Culturas Afro-brasileiras pela Faculdade Atlântico, Aracaju -SE (2012), Membro fundador do CCP-Centro de Cultura de Propriá e Presidente. Assumiu cargos de confiança no poder público na Prefeitura Municipal de Propriá: Secretário Municipal de Administração (2007-2010), Secretário Municipal de Cultura e Meio Ambiente (2011-2012), Secretário Municipal de Educação, Cultura, Juventude e Esporte (2020). Pesquisador da Ditadura Militar de 1964. É Idealizador, âncora e produtor do programa FM 104 Cultural.

1.    Como nasceu o livro “Um batim nas memórias de um menino propriaense”?

Sou propriaense, beradeiro naturalmente. Ao observar que, nessa minha cidade quase nada foi escrito sobre ela, lembrei-me de fatos vividos na infância /adolescência e resolvi rascunhar algumas das experiências passadas. Daí surgiu a ideia do livro. Muita ousadia!

2.    De que trata ou fala seu livro?

Um Batim nas memórias de um menino propriaense nos leva ao um mergulho no tempo da experiência de um garoto vivenciadas às margens da Princesinha do São Francisco. Em seu bojo, trago as brincadeiras, a religiosidade, cultura, sociedade e curiosidades, com objetivo de não apagar da memória histórica e, ao mesmo tempo, deixar registradas outras coisas boas da minha infância à beira do Opará.

3.    Saiba mais!

3.1   O livro Um batim nas memórias de um menino propriaense, publicado pela Editora Performace, Arapiraca, Alagoas. Seu lançamento está previsto para a primeira quinzena de 2021 que será no Coreto, ao lado do Estadual a partir das 19 horas. Terá a participação de de voz e violão de Saulo e Banzo.

3.2    Capa do Livro

3.3 Links

3.3.1  @blogue_do_ronperlim

3.3.2 Entrevista para a TV OOPS Canal 10 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A comida preferida dos orixás

Resenha do Livro "Preconceito Linguistico: o que é, como se faz?"

Revista Obvious