29 de mar de 2013

Novela literária


Quando se fala em novela, vem-se na cabeça aquelas exibidas pelos canais de maior alcance de público no Brasil. Mas as novelas, exigidas em concursos literários, não se relacionam com aquelas.
Para compreendermos esse gênero, nada melhor que conhecer seu conceito. A palavra é italiana (novella) e significa “notícia” ou “relato novelesco”.  O Aulete assim define o termo: “Gênero literário que consiste numa narrativa breve, de extensão entre o conto e o romance, sobre um acontecimento em torno do qual gira o enredo”.
Há quem afirme que os primórdios dela estejam relacionados com o Renascimento, especificamente com Giovanni Boccaccio (1313-1375) e seu Decamerão. Esta obra rompe com a literatura medieval, nomeadamente pelo seu cariz realista. No entanto, entre os séculos XVIII e XIX os escritores reconhecem a novela como estilo literário, regido por normas e preceitos.
A novela, para muitos, é um gênero intermediário entre o conto e o romance na qual toda a ação acompanha a trajetória de um único personagem. Sua quantidade de páginas gira em torno de 50 e 100. Isso equivale de 20 a 40 mil palavras. Nela, as ações se concentram nas concatenações individualizadas. A novela baseia-se num conflito e tudo mais tende para a conclusão. Apresenta uma maior economia de recursos narrativos; um maior desenvolvimento de enredo e personagens.  Ao contrário do conto, a novela evita longas descrições e dá prioridade à narração, ao diálogo e ao resumo.
A novela se estrutura em torno da ação, do tempo e espaço. A ação ou ações ocorre (m) no presente e sempre que necessário, recorre ao pretérito. O tempo, é claro, é o do calendário, do relógio, dos costumes, das épocas. O espaço, no entanto, está entrelaçado ao tempo e a sua pluralidade é o que importa, tornando-a distintiva. O uso da linguagem deve ser simples e clara, levando em conta a falava das personagens onde se passa a história principal e o local dos acontecimentos.
Portanto, a novela conta com vários enredos que a princípio parecem independentes, mas que, ao longo da narrativa, se ligam e se complementam.


5 comentários :

  1. Gostei da delimitação dos conceitos de novela aqui apresentados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por visitar o blog e ter gostado da opinião que externei sobre o conceito de novela.

      Excluir
  2. o que é romance adaptado em novela?

    ResponderExcluir
  3. Segundo Elias José, "Novela em livro tem a ver com novela em televisão? Tem sim, principalmente na maneira de o autor armar e conduzir a história e de criar as personagens. Além disso, nos dois tipos de novela a divisão em capítulo também é feita de maneira muito semelhante. Você já notou que, na televisão, cada capítulo de uma novela acaba no clímax, quer dizer, no ponto que mais despertou a sua curiosidade, deixando você ansioso para saber como continua a história?"

    Portanto, o autor deve pegar a essência do romance e adaptá-lo conforme as características da novela.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. então a final de contas a "novela é um gênero literário que consiste numa narrativa breve, de extensão entre o conto e o romance, sobre um acontecimento em torno do qual gira o enredo".SIM OU NÃO (é pra uma pesquisa que faltou respoder essa questão

    ResponderExcluir