3 de out de 2011

O Diabo quer língua nova

Às fofocas são repetitivas que nem o Diabo quer, já que ele é o pai da mentira.
Tão repetitivas são que nem para sacrifício serve.


Às línguas, cascavéis inquietas sob o céu salivar, não renovam as “benditas” fofocas. Elas são tão paranoicas que causam remorso e tédio.

O Diabo deve estar desgostoso com seus filhos porque nem criativos eles são.

Lima, Ronaldo de. Porto Literário, ANO II – n.º 57 – de 28 de outubro de 2003.

Nenhum comentário :

Postar um comentário