17 de fev de 2018

O que é um bom livro?


Mário Sérgio Cortella
Mas, o que é um bom livro? A subjetividade da resposta é evidente. No entanto, é possível estabelecer um critério: um bom livro é aquele que te emociona, isto é, aquele que produz em ti sentimentos vitais, que gera perturbações, que comove, abala ou impressiona. Em outras palavras, um bom livro é aquele que, de alguma maneira, te afeta e impede que passa adiante incólume.

A emoção do bom livro é tão imensa que se torna, lamentavelmente, irrepetível. Álvaro Lins, crítico literário pernambucano (...) fez uma reflexão no Notas de um diário de crítica que expressa uma parte dessa contraditória agonia: "Ah, a tristeza de saber, no fim da leitura de certos livros, que nunca mais os leremos pela primeira vez, que não se repetirá jamais a sensação da primeira leitura, que não teremos renovada a felicidade de ignorá-los num dia e conhecê-los no dia seguinte".

CORTELLA, Mário Sérgio. Não nascemos prontos!: provocações filosóficas. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.
Leia Mais ►

8 de fev de 2018

Ron Perlim participa de reunião sobre a Bienal do Livro do BSF

O escritor Ron Perlim esteve no Sebrae no dia 07 de fevereiro de 2018, em Aracaju/SE, acompanhado de sua esposa e de membros da Academia Proprianse de Letras (Amorim, Geraldo, Ana Campos e Jane Nascimento) para tratar da Bienal do Livro do Baixo São Francisco, que será sediada na cidade de Propriá. A reunião foi bastante proveitosa, ficando ele em nome do Centro Cultural de Propriá/SE, responsável pelo rascunho do projeto para Virgínia e Júlia, representantes do Sebrae.


Leia Mais ►

9 de jan de 2018

A origem da expressão OK!

Andre Jackson

A expressão “O.K” anda de boca em boca, significando que se compreende, resolveu, aprovou ou combinou alguma coisa. Entretanto, quantos conhecerão a origem da palavra “O.K”? Eis a origem:Andrew Jackson, aos treze anos, entrou para o exército americano e tomou parte em batalhas célebres das forças dos “Insurretos”. Tornou-se jurista, oficial superior, diplomata e político, chegando a ser da república norte-americana. Apesar disso, a sua ortografia deixava muito a desejar. Sem que ele esforçasse para corrigi-la. Conta-se que durante uma campanha , um ajudante de campo levou-lhe uma mensagem que de via ser por ele aprovada com as iniciais “ A, C” que correspondiam à fórmula clássica abreviada de “All Correct” isto é, “muito bem”, “está correto”. Jackson que devia traçar apenas duas letras “A, C”, aproveitou a oportunidade para perpetrar dois erros ortográficos. Com efeito “All Corect” pronunciou-se “Ol Korrect” e o ilustre general escreveu as duas letras tal como a pronunciava: “O.K” e assinou. Desse modo, a fórmula “O.K” tinha nascido. O exército, por pilhéria, adotou-a. E ela subsistiu até hoje, espalhada pelo mundo inteiro.

Novíssima Tira Dúvidas do Estudante. Fale & Escreva Corretamente. Editora do Estudante, s.n.t. p. 04.


Leia Mais ►

31 de dez de 2017

O que disseram do livro O povo das águas

Gentilmente alguns leitores comentaram sobre o livro O povo das águas. Em forma de gratidão, o Blogue do Ronperlim reproduz esses comentários fechando o ano de 2017.

"Vc está de parabéns, meu amigo! Seu livro é espetacular!
De uma leitura envolvente. Me identifiquei com Cíbar por ser a voz que não é ouvida. A delicadeza dos detalhes das figuras mitológicas é perfeita e apaixonante. Que Deus abençoe o nosso velho e bom Chico. Parabéns! Recomendo a todos. Belíssima obra!".
(Servidora pública, estudante de Direito, P. R. do Colégio/AL)

"Livro MUITO bom, li em 1 dia, misturando fantasia com realidade e nos fazendo refletir em relação ao nosso Chico. Parabéns Ron Perlim, mais 1 trabalho maravilhoso".
(Estudante do Ensino Fundamental, P. R. do Colégio/SE)


 “Foi uma leitura extremamente linda. É ótimo ver como Ron conseguiu escrever sobre um assunto tão fantástico e conseguiu fazer com que eu imaginasse a cada cena, senti-me cada vez mais interessada em conhecer Cíbar e o conselho das águas. Um livro cheio de imaginação e até mesmo de uma lição ao terminarmos de lermos”.
(...)
“Recomendo esse livro para quem gosta de uma fantasia em rios, um envolvimento até mesmo com a política, de como os deputados tratam as outras pessoas, e principalmente para quem curte água, tive a sensação de que estava sempre junto de Cíbar e torcendo”.
Morgana brunner
(Cursa a Faculdade de Letras. Blogue Segredos Literários, RS.)

 “Seu livro é muito bom! Parabéns! Acabei de ler. Bom enredo, boa mensagem. Estou gratificado. Um livro útil e que vai, espero ser eterno. Ganhar prêmios”.
(...)
“O Povo das Águas é um livro que encanta, desde o curumim das escolas primárias ao pajé das universidades. Desde o caboclo de poucas letras ao intelectual cheio de sabedorias. Acho que deveria ser adotado como leitura obrigatória para todo mundo”.
(Escritor. Academia Sergipana de Letras, Aracaju/SE)


"O rio São Francisco está morrendo todos os dias, nós mortais e acomodados presos em nossas matrix, o vemos definhar pelas telas dos celulares como se essa realidade não existisse. Em resposta aos gemidos agonizantes, seres míticos movimentaram a imaginação de um escritor e em resposta nasceu "O povo das águas "UMA BELA AVENTURA".
Rose Nunes
(Professora, Cedro de São João/SE)

Saiba mais acessando: www.sites.google.com/view/opovodasaguas

Leia Mais ►