24 de abr de 2018

Partido sem sigla


O meu partido é aquele que combate a fome e a miséria.

Que olha para os abandonados e excluídos.

Que tem o olhar atento para as minorias, os injustiçados.

O meu partido não tem nome, nem sigla porque ele percebe o outro, não defende heróis, nem privilégios.

O meu partido não aceita que uma classe subjugue a outra para pisotear.

Para mim o que importa é o outro, enxergá-lo, vê-lo não como inimigo; mas como alguém que está perto de mim, como se fosse o meu próximo.

E se algum tolo ler isso e me taxar de marxista, comunista, socialista, esquerdopata; que assim seja.


Nenhum comentário :

Postar um comentário