27 de mai de 2012

Coisas da Vida

Fernanda Rodrigues sempre gostou de escrever, embora tenha começado a levar o ofício a sério em 2006, quando começou a escrever poesias e publicá-las em seu primeiro blog: o Escritos Humanos. Desde pequena quis ser professora e – ainda que tenha pensado em cursar Filosofia ou Geografia - seu amor pelas línguas a levou ao curso de Letras. Trabalha como coordenadora pedagógica de projetos sociais em uma ong, mas já foi educadora em um projeto de informática e cidadania em que pôde aprender muito com os seus educandos. Destes e de outros aprendizados, nasceu o seu segundo blog (agora em prosa): o Algumas Observações. Talvez esta seja uma característica marcante da autora: mesmo quando ela parece distraída ela está observando o mundo que a cerca.

Chocolatólatra por natureza, não rejeita a iguaria – ou nada que seja feito com ela - principalmente se for do tipo meio amargo. Nas horas livres gosta de ouvir música, seja ela nacional ou não. É apaixonada pelos Backstreet Boys, pelo U2, pelo Gavin DeGraw e pelo Capital Inicial; embora, de um tempo para cá, tem ouvido de tudo: desde o pop à MPB, passando pelo rock, pelo jazz, pelo country, pelo folk e pelo blues. Ainda durante o tempo livre, gosta de jogar conversa fora com os amigos (seja pessoalmente ou pela internet, não perde a chance de “bater uma prosa”); e de ir andar na Av. Paulista, ver os transeuntes, entrar nas livrarias, exposições, pegar um cineminha e tomar um bom café!!!

Como todo mundo ligado às Letras, gosta de ler e não dispensa a oportunidade de ter um bom livro nas mãos. Ainda que seus amigos mais próximos digam que ela é avessa à best sellers, ela não perde a chance de ler todas as palavras que surgem diante de seus olhos. Ama as obras escritas pelo Pablo Neruda e pelo Vinicius de Moraes, se encontrou na literatura do Leste Europeu e ao estudar as obras de literatura infantil viu-se completamente apaixonada por elas. É autora das obras infantis O Cadarço da Lilica e de Getting to know the Zoo.

Adora cachorros, já teve vários peixinhos e uma tartaruga; todavia, se pudesse escolher um animal de estimação, teria um gato. Tem vontade de conhecer o mundo, de falar mais línguas (além do português, do inglês e do espanhol) e de fazer um curso de fotografia. No mais, é perfeccionista, fiel, sonhadora, forte, emotiva, sincera, poeta... Enfim, muitas em uma só mulher, todas em uma só autora!