11 de abr de 2010

Miolo, que não é de pote


No fundo da consciência, onde se esconde a traça dos pensamentos; onde fica retido o mofo de armário e se esconde a hipocrisia, chora uma criança perdida de medo, em meio a uma luz baça e comprida.

No fundo da consciência muita coisa acontece sem que ninguém veja. Lá, no miolo insondável o mundo gira elétrico, a mente flui como num eclipse.